“Visionária e transformadora”, diz parceiro do Google sobre experiência do Pilar

Transformar para educar mais e melhor. Foi com este objetivo que a Prefeitura do Pilar se tornou parceira do Google for Education, plataforma criada para atender as necessidades de professores e alunos, dentro e fora da sala de aula, por meio de ferramentas indispensáveis a quem precisa aprender, ensinar e se conectar. E nesta terça-feira (08), o Centro Cultural Mestre Bida, na Chã do Pilar, foi palco de um grande encontro em reconhecimento ao sucesso desta parceria.

É que a GetEdu – parceiro oficial do Google for Education na oferta dos serviços de capacitação e suporte pedagógico – escolheu a gestão da Educação no Pilar como tema de seu primeiro evento híbrido desde o início da pandemia, como explica o sócio-fundador da empresa, Daniel Garrido.

Foto: Assessoria

“Pilar foi o primeiro município a aderir à plataforma do Google, e isso aconteceu antes de a Covid-19 se tornar pandemia, o que foi muito interessante porque, quando ela veio, os professores já estavam preparados. Os alunos já utilizavam a tecnologia para expandir as vantagens da aula presencial, para confirmarem, em casa, aquilo que aprenderam em sala de aula. Ou seja, graças a esse planejamento é que o Município conseguiu minimizar os impactos de uma pandemia, porque já havia se preparado para fazer de uma reunião via google meeting, por exemplo, algo corriqueiro no processo de aprendizagem. Tudo isso só evidencia a capacidade de adaptação do professor sempre que se tem a Educação como prioridade”, avaliou Garrido.

Quem também esteve no Pilar participando, presencialmente, do encontro no centro cultural foi a educadora Marici Marchini, responsável pelo departamento de programas do Google em todo o país.

“Melhoramos a estrutura e entregamos novas escolas. Além, disso, compramos e distribuímos chromebooks, levando três mil pontos de internet para as casas dos alunos. Todo mundo se engajou. Nossos professores, inclusive os mais antigos, tiveram que se reinventar para transformar o dia a dia dos nossos estudantes. Foi assim que saímos de cinco mil e novecentos alunos em 2017 para oito mil e duzentos matriculados este ano. Portanto, estamos preparando o Pilar para o futuro, para além do meu mandato. Prova disso é que acabamos de bater mais um recorde com 96% de aprovação no ano letivo”, emendou o prefeito, lembrando, ainda, que a primeira escola pública bilíngue do Brasil também está no Pilar.