Recenseadores devem visitar 1,1 milhão de domicílios em Alagoas

Por Gazetaweb

Cerca de 2,6 mil recenseadores vão percorrer os 102 municípios pelos próximos três meses; expectativa é entrevistar mais de 3 milhões de pessoas O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deu início ontem à coleta domiciliar do Censo Demográfico 2022. Em Alagoas, a pesquisa ocorrerá nos 102 municípios pelos próximos três meses (até 31 de outubro), onde 3,3 milhões de pessoas devem ser ouvidas.

Foto: Divulgação IBGE

A expectativa é que 1,1 milhão de domicílios recebam a visita do recenseador, incluindo aldeias indígenas e territórios quilombolas. Por causa da pandemia, o último censo foi realizado há 12 anos, em 2020. O Censo tem um papel importante para toda a sociedade, pois é através deles que políticas públicas podem ser direcionadas da forma correta e para quem precisa.

O levantamento realiza uma ampla coleta de dados sobre a população brasileira e permite traçar um perfil socioeconômico do país. Serão disponibilizados um questionário básico e um outro mais amplo. No entanto, a seleção da amostra que irá responder o questionário ampliado é aleatória e é feita automaticamente no Dispositivo Móvel de Coleta (DMC) do recenseador.

Questionário pode ser respondido por internet ou telefone Este ano, o questionário do IBGE também poderá ser respondido por telefone ou na internet, na impossibilidade de ocorrer de forma presencial. Para tanto, é necessário que o recenseador faça contato com o morador. A partir daí, o cidadão poderá realizar ou agendar a entrevista presencial, marcar com o recenseador uma entrevista por telefone ou optar pelo auto preenchimento via internet. Se escolher responder pela internet, o informante receberá um e-ticket, com validade de sete dias.