Marcius Melhem tentou agarrar atriz e pediu sexo em troca de emprego na TV Globo

Nesta segunda-feira (14/2), a Revista Piauí finalmente publicou reportagem com os bastidores do escândalo de assédio envolvendo Marcius Melhem, humorista e ex-todo-poderoso do departamento de humor da TV Globo. A reportagem estava proibida, mas a divulgação foi autorizada por decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

No texto, a publicação choca ao descrever um episódio em que Melhem teria agarrado e tentado beijar uma atriz à força, num flat da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O nome da atriz – assim como os das demais mulheres que denunciaram o ator – segue mantido sob sigilo.

Na ocasião, segundo a Piauí, Marcius Melhem teria pedido à colega de elenco do extinto Tá No Ar para tomar banho no quarto dela, antes de uma confraternização do elenco da atração, que ocorreria no flat. Apesar de estranhar o pedido, a atriz concordou, por se sentir constrangida a negar algo ao chefe. Empenhada em afastar qualquer esperança de envolvimento, a famosa teria tratado de afirmar que uma outra colega de emissora estaria presente. Mas isso não ocorreu.

Ao chegar ao quarto, Melhem teria ido ao banheiro para se banhar. Minutos depois, conta a Piauí, o humorista teria “surgido com uma toalha enrolada na cintura e o pênis ereto, marcando o tecido”. A publicação relata que o então diretor do departamento de humor da Globo partiu para cima da colega, tentando beijá-la, enquanto a atriz se esforçava para resistir. Sem conseguir o que pretendia, o humorista teria se vestido e partido para a festa com os demais colegas de elenco.

A reportagem da Piauí também traz uma conversa de WhatsApp entre os dois, ocorrida dias depois do episódio. Na troca de mensagens, Melhem pergunta à famosa se o constrangimento já havia passado. Ela responde que não. A conversa consta nos autos do inquérito.

O episódio é mais um em meio às denúncias apresentadas pelas oito mulheres que delataram Marcius Melhem. De acordo com elas, entre 2010 e 2019, o humorista teve comportamentos impróprios e inadequados em diversas ocasiões, nos mais variados locais, entre eles, os Estúdios Globo, a casa onde trabalhavam os redatores dos programas de humor da emissora e o bar Vizinha 123, em Botafogo, onde testemunhas sustentam que a atriz Dani Calabresa foi assediada por Melhem na saída do banheiro. Das oito mulheres, seis prestaram depoimento por videochamada. Outras duas o fizeram por escrito.

Com informações Metrópoles

Veja também:

Comentários

Colabore com esse conteúdo deixando a sua opinião ou comentário. É muito gratificante para o produtor de conteúdo ter sua interação.