Pilar: Escola em tempo integral ganha 38% mais alunos após reforma

Foto: Assessoria

O investimento em educação pública e de qualidade tem feito do Pilar uma referência. Do fardamento e kit escolar completos à permanente valorização do servidor, sobram oportunidades para quem sonha com um futuro melhor.

E na última sexta-feira (18), o prefeito Renato Filho (MDB) entregou mais um importante equipamento, desta vez na Escola Municipal Professora Sueli Chagas, que ganhou uma quadra poliesportiva, refeitório e três novas salas.

Localizada no Conjunto Rubens Canuto, na Chã do Pilar, a escola foi inaugurada em 2019. De lá para cá, o número de estudantes matriculados só cresceu, saindo de 320 para os atuais 516, perfazendo um crescimento de 38%.

Isso sem lembrar os 272 alunos da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), que estudam no período noturno e também têm direito à merenda – para os estudantes do ensino fundamental, que chegam às 7h20 e saem às 16h40, são cinco refeições ao todo, incluindo o desjejum.

Presente à inauguração, a deputada estadual Fátima Canuto (PSC) externou sua satisfação em retornar à escola e se deparar com novos bons resultados. “Tenho acompanhado de perto as mudanças no Pilar nesses últimos cinco anos. Fico muito feliz em ver uma escola desse porte sendo ampliada. Isso só é possível quando se tem uma gestão realmente dedicada a melhorar a vida das pessoas.

E tudo começa na educação”, disse a parlamentar, lembrando também a reabertura da Casa da Cultura e Museu Arthur Ramos, que foi completamente restaurada, resgatando a cultura e história pilarenses.

“Este é o resultado quando se coloca a educação no centro das nossas decisões. A Sueli Chagas foi a primeira escola em tempo integral que inauguramos. Com o tempo, ela acabou ficando pequena e, por isso, tivemos de ampliá-la porque levamos a educação muito a sério. Triplicamos o investimento em merenda, compramos alimentos da agricultura familiar, gerando emprego e renda no campo, e adquirimos duas escolas particulares.

Foi assim que saímos de 5,9 mil estudantes em 2017 para 8,5 mil matriculados este ano, com todas as nossas crianças tendo, inclusive, internet gratuita em suas casas. Nossa meta, inclusive, é garantir que 100% dos nossos jovens estejam na rede municipal”, assegurou o gestor.