Arnaldo Jabor morre aos 81 anos em decorrência de um AVC

Morreu na madrugada desta terça-feira (15), o cronista, cineasta e jornalista Arnaldo Jabor, aos 81 anos, vítimas de complicações após um AVC.

Arnaldo estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde dezembro do ano passado. O cronista foi hospitalizado após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). De acordo com familiares, Jabor faleceu por volta de meia-noite, em decorrência às complicações de um AVC.

Durante sua carreira como cineasta, Jabor dirigiu o longa “Eu sei que vou te amar” (1986), que lhe deu a indicação à Palma de Ouro de melhor filme no festival de Cannes. Além disso, ele era colunista de alguns telejornais da Rede Globo desde 1991.

Arnaldo dedicou sua carreira ao cinema, ao jornalismo e à literatura. Ao longo da vida, Jabor dirigiu sete longas, dois curtas e dois documentários. Também dedica-se às crônicas e ao jornalismo.

Com informações G1

Veja também:

Comentários

Colabore com esse conteúdo deixando a sua opinião ou comentário. É muito gratificante para o produtor de conteúdo ter sua interação.