Alagoano morre com pouco mais de 112 anos

O mês de janeiro se findou nesta última terça-feira,31, e nele também foi embora o alagoano Luiz Filipe dos Santos, que chegou a resistir a uma espetacular idade de vida. Mas ele morreu no último de 18, simplesmente com pouco mais de 112. No próximo dia 11 de maio, faria exatos 113 anos. Viveu todo seu trajeto na zona rural de Joaquim Gomes; nasceu na fazenda Bananeira, mas foi na fazenda Ribeiro onde estava morando então, que morreu.

Deixou um legado de amigos, inclusive políticos da região, a exemplo do prefeito de Joaquim Gomes, Adriano Barros, que marcou presença durante o enterro. “Luiz Filipe era muito conhecido por aqui, um agricultor, que dedicou sua vida na roça para criar seus 11 filhos, avô de 51 netos, 84 bisnetos e 13 tataranetos e com uma história de vida simples, sobretudo honesta, pois ganhou os corações de muita gente” relatou o site JGNotícias. Sabe-se que seu Luiz chegou a ser internado no hospital da cidade, onde posteriormente recebeu alta, pois foi em sua casa que faleceu de causas naturais.

Ainda conforme o site JGNotícias Luiz Filipe foi enterrado no cemitério São João Batista aqui no município e muita gente foi.  Professor Severino, que também tem sua história no sítio Ribeiro disse conhecer muito seu Filipe e prestou sua homenagem ao dizer que, era um homem bondoso, de um caráter invejável, e que se foi, depois de ter vivido uma história bonita. “São quase 113 anos de vida, então estamos diante de uma pessoa vitoriosa e que chegou seu momento de partir dessa vida, meus sentimentos a toda família e a cidade perde um grande homem”, pontuou.

COMENTÁRIOS