PIS/Pasep: como será o pagamento do abono salarial em 2022?

O abono PIS/Pasep que seria liberado a partir de julho de 2021 foi transferido para o ano que vem. O cronograma que seria liberado é referente ao ano de 2020, sendo assim, os trabalhadores que exerceram alguma atividade naquele com carteira assinada pelo menos por 30 dias terá direito de retirar o recurso, no entanto, vai precisar esperar por 2022.

A Controladoria-Geral da União (CGU) fez uma recomendação ao Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) que adiasse o pagamento do abono salarial para aos trabalhadores que exerceram atividade remunerada em 2020 para o ano que vem.

A CGU fez essa recomendação após ter conhecimento através de um relatório, a existência de irregularidades do pagamento do abono, com base nos dados de 2018.

O relatório apresentado pela CGU mostra que mais de R$ 1,5 bilhão em possíveis pagamentos do abono salarial em 2019 e 2020 tenha ocorrido de forma indevida nos anos anteriores. O relatório foi divulgado pelo Controladoria-Geral da União (CGU) em 3 de maio de 2021.

Há uma expectativa que os pagamentos ocorram em fevereiro de 2022 (com o calendário de pagamentos sendo divulgado um mês antes, em janeiro). Isso porque os empregadores precisam enviar as informações com o registro de seus funcionários que ocorre até o fim de outubro e deve ir até janeiro, devido ao prazo de quatro meses para realização da auditoria.O Ministério da Cidadania garante que o adiamento do calendário do abono salarial para o ano que vem, não irá prejudicar o trabalhador. Ou seja, os trabalhadores continuarão com os mesmos direitos.

Com informações Jornal Contábil