Filho mata o pai e carboniza o corpo por causa de herança no Sertão de AL

Um homem assassinou o próprio pai de forma brutal no Povoado Santa Cruz, em Mata Grande, interior de Alagoas. Após atingi-lo com pedradas e pauladas, ele carbonizou o corpo do agricultor Cícero Vieira Batalha usando pneus e pedaços de madeira. A motivação seria um conflito envolvendo uma herança.

O crime aconteceu na terça-feira (19), quando o idoso saiu para quebrar milho em suas terras. Desde então, ele estava desaparecido e a família o procurava. Nesta quinta-feira (21), o irmão da vítima procurou o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Mata Grande após desconfiar do autor do homicídio, que iria viajar para São Paulo repentinamente.

Os policiais começaram as buscas pelo suspeito identificado como Felipe Silva e o encontraram em Santa Brígida, no estado da Bahia, em um ônibus que partiu da cidade de Inhapi, Sertão de Alagoas. Ele estava com a esposa e o filho.

Felipe rapidamente confessou que cometeu o crime e contou também que queimou o corpo por aproximadamente duas horas, jogando os restos mortais em uma barragem em seguida. Ele foi preso e encaminhado para o CISP da cidade onde informou o local em que o assassinato foi cometido.

A Polícia Militar fez o isolamento do local e o Instituto de Criminalística esteve presente, realizando a perícia. Felipe deve ter a prisão convertida para preventiva nesta sexta-feira (22).

Com informações Jaénotícia